Thiago Anselmo é estudante de jornalismo e Empresário Jr. da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e, desde 2006, começou a acompanhar e se identificar com o basquete. Começou a escrever em blogs próprios, e em grandes sites, como o BasketBrasil, tomando a decisão de ser jornalista. Foi pioneiro, junto com dois amigos, na criação da primeira revista eletrônica dedicada ao basquete mundial, a Lance-Livre. Adora fotografia e tem a intenção de, depois de formado, seguir ou na área da fotografia ou então continuar escrevendo sobre basquete, que são as duas coisas que mais lhe agradam nesse ramo da Comunicação Social.

Os Grandes Nomes das Franquias

Que cada time tem seu jogador principal, isso é óbvio. Todos precisam de um jogador cabeça para comandar o restante, para que o norte na equipe sempre exista. Mas existem aqueles que são os grandes nomes da NBA e que sempre dão o que falar quando jogam, sempre com lindas jogadas ou até mesmo com um rendimento abaixo do que se espera. Esses sempre serão cobrados em dobro ou até mesmo em triplo, comparado ao restante da equipe.

Los Angeles Clippers: Chris Paul
A franquia de Los Angeles conseguiu nessa temporada um recorde pessoal, que foi a sequência de 17 vitórias consecutivas, e um dos responsáveis foi Chris Paul, o armador que é um dos principais nomes da liga. Por mais incrível que foi sua atuação nessas 17 partidas, Paul jogou de forma esplendorosa nas partidas posteriores ao recorde, quando os Clippers perderam duas partidas e ganharam outras três. Essa temporada os Clippers estão inserindo o nome da equipe na lista dos grandes times, que antes era considerado apenas um time que não faz muita diferença de Los Angeles.

Oklahoma City Thunder: Kevin Durant
Durant está impossível nessa temporada, são grandes jogos e exibições incríveis que deixa qualquer um boquiaberto. Com uma média de 29,6 pontos por jogo, o astro do OKC, junto com Westbrook, está conseguindo levar o time para uma temporada de 35 vitórias e 12 derrotas, ocupando a segunda posição da Conferência Oeste, atrás apenas do San Antônio Spurs. Nos últimos cinco jogos, Kevin Durant, que participou de todas as 47 partidas do Thunder, tem um aproveitamento maior na pontuação, com uma média de 30,2 pontos. São 51,6% nos tiros de quadra, 41,4% nas bolas de 3 pontos e 90,4% nos lances-livres. Está bom ou quer mais?

Miami Heat: LeBron James
A estrela de LeBron brilha desde o momento em que foi draftado pelo Cleveland Cavaliers em 2003. O ala coloca respeito onde pisa (menos em Cleveland, por causa do ocorrido com sua preferência pelo time de Miami). Suas jogadas são impressionantes, sempre inovando e fazendo belas jogadas. Nessa temporada, LeBron vem pontuando em grande quantidade. Foram vários jogos com mais de 20 pontos. A média por jogo é de 26,6 pontos. Nas últimas cinco partidas, a média sobe para 27,8 pontos em três vitórias e duas derrotas.

New York Knicks: Carmelo Anthony
É uma peça principal para a equipe de New York, mas os altos e baixos que vem apresentando pode acabar custando caro ao time. Os altos sobressaem aos baixos, isso pode ser visto nos números tanto do jogador como da própria equipe com e sem o Carmelo. Com uma média de 28,5 pontos por partida, Anthony precisa manter a cabeça no lugar para que os Knicks possam ter reais chances de título nos playoffs. No momento em que seus ânimos se exaltaram, Melo foi atrás de Kevin Garnett no ônibus da equipe de Boston, o que lhe custou uma suspensão e, no dia seguinte, a derrota da franquia.

Memphis Grizzlies: Zach Randolph
Se os Grizzlies quiser mesmo ser um dos times a brigar pelo título da Conferência Oeste, Zach Randolph vai ter que mostrar mais do que vem apresentando até o momento. Ele é o líder da liga em duplos-duplos. Silenciosamente, o time de Memphis foi conquistando cada vez mais espaço e agora está entre os quatro primeiros da Conferência, isso tudo graças ao trabalho em equipe e um difícil trabalho dentro do garrafão, que conta com Marc Gasol e Zach Randolph, além de uma das rotações mais fortes do campeonato na quadra de ataque.

Houston Rockets: James Harden
Não podemos esquecer o time de Houston com Harden, o homem da barba bizarra, que de vez em quando gosta de surpreender a todos e começa a ganhar todos os confrontos que tem. O jogador vem com uma média de 25,8 pontos por partida e desfalcou os Rockets em apenas uma partida das 49 jogadas. De vez em quando ele apronta alguma e faz algumas jogadas espetaculares que são dignas de TOP10. Ficar de olho nele é primordial para ver a evolução que os Rockets podem apresentar a qualquer momento.

Los Angeles Lakers: Kobe Bryant
Kobe é a prova viva que estrela não pode brilhar sozinha, precisa de uma constelação para que tudo seja perfeito. Se o time dos Lakers não cooperar, não adianta Bryant fazer 40 pontos por partida, pois a vitória é incerta. Os fãs do time de Los Angeles, que por muito, figurou como uma franquia temida, estão insatisfeitos com a atual campanha. São apenas 22 vitórias em 4 jogos, ocupando o 10º lugar na Conferência Oeste. Atualmente a equipe mostrou uma melhora perceptível, mas nada que faça com que uma vaga nos playoffs seja certa, que é uma coisa inimaginável para o mundo do basquete.

Golden State Warriors: Stephen Curry
Por mais que apresente altos e baixos, é inegável que Curry é o catalizador dos Warriors. Uma equipe que há muitos foi apenas um time simples, que não figurava ou preocupava. Hoje, o time de Golden State está na luta pelo quarto lugar da Conferência Oeste e, com ajuda de David Lee, Stephen vem sendo uma peça fundamental para a equipe.

San Antonio Spurs: Tim Duncan e Tony Parker
Companheiros inseparáveis, os dois merecem lugar de destaque em qualquer lista que for citar os melhores de cada equipe. Enquanto Parker lidera a franquia em assistências (7,6) e pontuação (20,1), Duncan é o cara que comanda nos rebotes (9,7) e nos tocos (2,7). Assim como os dois, todo o restante do elenco é entrosado, o que faz dos Spurs o melhor do Oeste.

Atlanta Hawks: Josh Smith
Como um dos principais responsável pela campanha dos Hawks, Smith vem com tudo nessa temporada. A equipe é mediana, mas está conseguindo segurar as pontas para se manter entre os oito primeiros para a classificação para os playoffs. Até tempo atrás, o Atlanta estava entre os quatro melhores, agora está em sexto. Smith apresenta um desempenho de 16,9 pontos por jogo, 8,5 rebotes e 4,0 assistências.

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Rockets vs. Kings

    Ray McCallum scores 29 points and grabs nine rebounds as the Kings beat the Rockets on Monday night.
  • Kings, McCallum Accept Trophies

    The Sacramento Kings and MVP Ray McCallum are presented with the Summer League championship trophy
  • Backyard Hoops

    Ray McCallum hits a crazy one-legged three to highlight the Sacramento comeback.
  • Johnson Takes Flight

    Nick Johnson takes the nice feed and deposits the reverse slam with ease.
  • McLemore Explodes to the Rim

    Ben McLemore drives the lane and flushes with the right hand.
  • Canaan Denied

    Eric Moreland swats the Isaiah Canaan offering with authority.
  • Kings vs. Wizards

    MarShon Brooks scores 14 points, Ray McCallum adds 11 points, as the Kings beat the Wizards 74-62 to advance to the Summer League Finals game.
  • Postgame: Ray McCallum

    Ray McCallum speaks to Rick Fox after scoring 11 points in a victory over the Wizards.
  • Oriakhi Cleans Up

    Nik Stauskas misses on the triple, and Alex Oriakhi cleans up strong with the putback dunk.
  • Oriakhi Cleans Up

    Nik Stauskas misses on the triple, and Alex Oriakhi cleans up strong with the putback dunk.
  • Hornets vs. Rockets

    Isaiah Canaan scores 24 points, Donatas Motiejunas adds 18 points as the Rockets beat the Hornets 83-79 to advance to the Summer League Finals game.
  • Mitch Richmond Interview

    Mitch Richmond speaks with Rick Fox about being inducted into the Naismith Hall Of Fame, and about the Sacramento Kings change of culture.