O que significaria...

Tiago Splitter está a apenas uma vitória de tornar-se o primeiro brasileiro a vencer um título da NBA. Nossos analistas comentam sobre o que esse feito representaria não só para o atleta, mas também para o basquete no Brasil.
Guilherme Buso
Blogsquad, NBA Brasil
Com a vitória do San Antonio Spurs sobre o Miami Heat no Jogo 5 da série final, o pivô Tiago Splitter ficou a uma vitória de tornar-se o primeiro brasileiro da história a levantar o troféu de campeão da NBA. O fato pode ser encarado como uma simples estatística, mas para o basquete nacional, o feito representa muito mais.

A modalidade vem, há alguns anos, tentando se reerguer no Brasil. Jogadores, técnicos, dirigentes, imprensa e os fanáticos “basqueteiros” se uniram em prol da evolução do esporte da bola laranja e os frutos estão sendo colhidos, pouco a pouco, com resultados expressivos dentro e fora das quadras.

O mesmo Tiago Splitter esteve lá em Mar Del Plata, na Argentina, quando a Seleção Brasileira conseguiu a vaga para os Jogos Olímpicos de Londres, após três edições ausentes. Ele também fez parte da equipe que recolocou o Brasil entre as 10 maiores potências do basquete mundial. Splitter também foi o cara que colocou a bandeira brasileira na lista dos melhores jogadores da história da segunda maior liga de basquete do mundo, a espanhola (ACB), quando venceu o troféu de MVP da temporada 2009/2010.

O que Tiago Splitter pode conquistar, nesta terça-feira, representará mais um passo importante para mostrar que o basquete brasileiro está de volta e mais forte do que nunca. Nós só temos que torcer e agradecer...
Adriano Albuquerque
Blogsquad, NBA Brasil

Mais que qualquer outra coisa, seria a realização de um sonho de toda uma nação de fãs de basquete, que sempre quis se ver bem representada no nível mais alto do esporte. Para o basquete em si, é uma oportunidade única de retomar um espaço de destaque entre os esportes de massa no Brasil. O título de Splitter pode trazer um novo discurso de que, através do basquete, é possível sair da realidade dura que se vive no país e realizar sonhos. Apesar de todo o atraso do basquete nacional, é possível para um brasileiro se colocar entre os melhores do mundo. É uma injeção de auto-estima no nosso basquete.
Luiz Guazzeli
Blogsquad, NBA Brasil
Quem poderia imaginar que um brasileiro um dia poderia ser campeão da NBA? Algo praticamente impossível de acontecer tempos atrás, afinal o basquete brasileiro parecia definhar. Porém, as coisas mudaram, nossos campeonatos estão melhorando e nossos atletas voltaram a ser respeitados.

A possível conquista de Tiago Splitter exemplifica isso e serve para recuperar ainda mais o brilho de um país que já foi Campão Mundial desta modalidade quando ela era a segunda em preferência nacional, atrás apenas do futebol. E nada mais justo do que isso acontecer com alguém como Splitter, um atleta que sempre teve o prazer de defender a seleção de seu país, inclusive nos momentos mais complicados.

Esta façanha serviria para encher de orgulho os brasileiros, especialmente os amantes do basquetebol mundial, além de servir de incentivo para que outros atletas tentem seguir os mesmos passos do pivô dos Spurs, elevando o nome do nosso país e do esporte nacional.
Thiago Anselmo
Blogsquad, NBA Brasil
É espetacular. Num esporte em que poucos brasileiros se destacam mundialmente em um esporte que está começando a tomar proporções maiores dentro do Brasil, ter um representante da nação verde-amarela na final da NBA, estando apenas um jogo do título, os fãs, assim como eu, acredito, ficam em ecstasy, empolgados.

Muitos torcem para o Miami por ser um time popular, outros tantos tem alguma antipatia com os Spurs, mas quando se trata de patriotismo, pode ter certeza que em cada um tem um pouco de felicidade e esperança dessa vitória do time de San Antonio só pelo fato de ali ter um brasileiro que vem fazendo uma bela temporada, ganhando cada vez mais espaço na equipe titular e uma peça fundamental para a situação dos Spurs.

Essa conquista viria em grande fase o basquete brasileiro, que vem tentando se colocar como segundo esporte brasileiro. Então, que venha o título para os Spurs!

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Rockets vs. Kings

    Ray McCallum scores 29 points and grabs nine rebounds as the Kings beat the Rockets on Monday night.
  • Kings, McCallum Accept Trophies

    The Sacramento Kings and MVP Ray McCallum are presented with the Summer League championship trophy
  • Backyard Hoops

    Ray McCallum hits a crazy one-legged three to highlight the Sacramento comeback.
  • Johnson Takes Flight

    Nick Johnson takes the nice feed and deposits the reverse slam with ease.
  • McLemore Explodes to the Rim

    Ben McLemore drives the lane and flushes with the right hand.
  • Canaan Denied

    Eric Moreland swats the Isaiah Canaan offering with authority.
  • Kings vs. Wizards

    MarShon Brooks scores 14 points, Ray McCallum adds 11 points, as the Kings beat the Wizards 74-62 to advance to the Summer League Finals game.
  • Postgame: Ray McCallum

    Ray McCallum speaks to Rick Fox after scoring 11 points in a victory over the Wizards.
  • Oriakhi Cleans Up

    Nik Stauskas misses on the triple, and Alex Oriakhi cleans up strong with the putback dunk.
  • Oriakhi Cleans Up

    Nik Stauskas misses on the triple, and Alex Oriakhi cleans up strong with the putback dunk.
  • Hornets vs. Rockets

    Isaiah Canaan scores 24 points, Donatas Motiejunas adds 18 points as the Rockets beat the Hornets 83-79 to advance to the Summer League Finals game.
  • Mitch Richmond Interview

    Mitch Richmond speaks with Rick Fox about being inducted into the Naismith Hall Of Fame, and about the Sacramento Kings change of culture.