Guilherme Buso deu seus primeiros arremessos numa quadra de basquete aos 9 anos de idade. Desde então, disputou todos os campeonatos das categorias de base, atuou por uma temporada de High School nos Estados Unidos e foi parte da equipe adulta de Santo André até sua formação acadêmica como jornalista na Universidade Metodista. Produziu o documentário "Bola ao Cesto", que faz uma retrospectiva detalhada da Seleção Brasileira de basquete masculina. Foi repórter da TV Federação Paulista de Futebol, mas jogar, assistir e comentar os jogos da bola laranja sempre foram sua tarefa predileta. Atualmente, é gerente de comunicação da Liga Nacional de Basquete e escreve para a NBA desde 2007.

Já vimos esse filme

Comparações entre atletas fazem parte do cotidiano esportivo. O torcedor gosta de comparar, a imprensa também e até os próprios jogadores tendem a se autoavaliar em relação a um ídolo ou a um oponente. Quantas vezes não ouvimos a “velha guarda” dizer que fulano era muito melhor que sicrano ou que no tempo deles, o basquete era diferente.

Nesta temporada da NBA, uma das mais fáceis comparações entre atletas poderá ser feita. Digo fácil, pois além desses dois jogadores serem da mesma posição, ambos possuem uma carreira bastante parecida. Estou falando dos pivôs Shaquille O’Neal e Dwight Howard.

Desde a chegada de Howard na NBA, quando ele foi escolhido na primeira posição pelo Orlando Magic, em 2004, as comparações com Shaq já começaram a surgir. Afinal, o pivô, que na época havia acabado de sair do Los Angeles Lakers para atuar no Miami Heat, também foi o número 1 da loteria e selecionado pelo time da Florida.

O estilo de jogo de Howard lembrava muito o jovem Shaquille O’Neal, com uma impulsão e força física assustadoras. A única diferença, talvez, fosse o tamanho dos dois, já que Shaq media 2,16m de altura, cinco centímetros a mais que o novo pivô do Magic. Besteira!

Os dois se enfrentaram algumas vezes enquanto O’Neal reinava como o jogador mais dominante da Liga. Howard nunca fez feio. Pelo contrário, a cada ano foi mostrando que tinha potencial de chegar no mesmo status.

Além do que Howard vinha provando em quadra, fora dela, o pivô também foi mostrando que era tão irreverente quanto Shaq. Ambos possuem um carisma com os torcedores e com a mídia que poucos atletas na história conseguiram. Quem não se lembra daquela cena em que os dois se duelaram numa rápida disputa de dança no All-Star Game de 2007? (vídeo)

Mas se por um lado a comparação entre os dois vinha se igualando em diversos aspectos, uma coisa Shaquille O’Neal levava vantagem de sobra: número de títulos conquistados. O pivô foi tricampeão com o Los Angeles Lakers (2000 a 2002) e venceu mais uma vez em 2006 com o Miami Heat.

E você sabe como é essa história de comparações, não é? Um aspecto como esse foi assombrando a carreira de Howard, que por mais que provasse ter atingido o status de o maior pivô da atualidade, com medalha olímpica e troféus individuais, ele não chegava aos pés de Shaq por não ser considerado um vencedor.

Com certeza, foi isso que o motivou a procurar Kobe Bryant e os Lakers nesta temporada. E, assim como Shaquille O’Neal, em 1996, Howard trocou o Orlando Magic pelo todo poderoso time da California.

As comparações se repetiram novamente e a nova pergunta que fica no ar é: será que Bryant conseguirá levar mais um pivô ao troféu dourado de campeão? Essa só poderemos responder e comparar no final do campeonato.

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Crawford's Big 4th Quarter

    Watch the highlights from Jamal Crawford's huge 4th quarter where he went off for 21 points in the Clippers comeback win over the Nuggets.
  • Postgame: Jamal Crawford

    DeAndre Jordan sings praises for Jamal Crawford during Crawford's postgame interview.
  • Nuggets vs. Clippers

    Jamal Crawford posts 23 points and four rebounds, helping the Clippers to a 98-102 victory over the Nuggets.
  • DeAndre Jordan Rampage

    DeAndre Jordan goes for three blocks in a row before finishing Blake Griffin's lob with a reverse two-handed jam.
  • Crawford's Save of the Night

    Jamal Crawford hustles to save the ball from out of bounds in an amazing assist to Matt Barnes.
  • Gasol Plays Soccer

    Marc Gasol attempts to header the basketball into the net after the whistles blows.
  • Gasol Plays Soccer

    Marc Gasol attempts to header the basketball into the net after the whistles blows.
  • Gasol's Denial

    Marc Gasol with the devastating block under the basket.
  • Faried's Strong Finish

    Kenneth Faried hammers home the two-handed jam from Ty Lawson.
  • Celtics vs. Jazz

    Tayshaun Prince scores 19 points, and the Boston Celtics hold off the Utah Jazz for a 99-90 victory on Monday night.
  • Sweet Spin by Davis

    Anthony Davis finishes the fast break by spinning off the defender and finger rolling it home.
  • DJ Revolves It

    Blake Griffin throws the alley-oop for DeAndre Jordan who finishes with a two-handed reverse jam.