Adriano Albuquerque é jornalista esportivo e serviu como editor e repórter do site BasketBrasil (http://www.basketbrasil.com.br) por cinco anos, entre 2005 e 2010. Já passou pelas redações do diário LANCE! e do site Globoesporte.com, e cobriu diversos esportes como basquete, futebol americano, futebol, beisebol, streetball, tênis, vôlei e natação. Também foi assessor de imprensa da Federação de Futebol Americano do Rio de Janeiro e do Botafogo Mamutes. Atualmente, cobre MMA para o SporTV.com. É torcedor do Detroit Pistons desde os tempos dos Bad Boys de Isiah Thomas, Joe Dumars e Bill Laimbeer.

Lakers Vira a Maré

Quarta-feira na NBA foi um microcosmo da temporada até agora. Miami Heat venceu a 16ª seguida, Spurs e Clippers continuaram a brilhar, mas quem roubou a cena, mais uma vez, foi o Los Angeles Lakers. A arrancada de 20 pontos seguidos, para virar uma desvantagem de 14 pontos nos últimos seis minutos de jogo contra o New Orleans Hornets, foi um resumo do coração e raça do time e, principalmente, de seu líder, Kobe Bryant.

Tudo bem, o Hornets não é nenhuma maravilha - é o penúltimo colocado na Conferência Oeste - e metade da culpa da virada foi o despreparo emocional e técnico do time de Nova Orleans, que, com 14 pontos de frente, do nada começou a ser incapaz de completar simples jogadas como um passe para o pivô ou simplesmente não pisar na linha lateral. Mas o Lakers melhorou sua marcação e seus astros apareceram nos momentos cruciais. Kobe Bryant fez os pontos do empate e da virada - esta última com ajuda de um bloqueio feito por Dwight Howard. O próprio D12 deu um toco providencial na jogada seguinte, em Robin Lopez, que empataria o jogo. Metta World Peace roubou bola de Roger Mason pouco depois, quando este subia para arremessar de 3 e manter o jogo em aberto, e fechou o jogo na linha de lance livre.

Foi a 31ª vitória do Lakers na temporada, o que o trouxe de volta a 50% de aproveitamento. Para um time que perdeu 11 de 16 jogos em janeiro e chegou a estar com oito derrotas a mais do que vitórias, é uma amostra de raça e determinação. De fevereiro para cá, o Lakers tem 11 vitórias e cinco derrotas, e diminuiu a diferença para entrar nos playoffs para um jogo e meio.

A esta altura, aposte contra eles sob sua própria conta e risco. Apesar de eu ter zicado muitos times neste blog no passado, eu vejo um time que amadureceu e não me restam dúvidas de que o Lakers vai entrar nos playoffs. A tabela não é das mais fáceis - a partir de semana que vem, oito dos 10 jogos seguintes são fora de casa, incluindo encontros com Atlanta, Indiana e Golden State. Abril reserva confrontos com o Clippers, Memphis e San Antonio, além de uma potencial decisão no último dia da temporada contra Houston. Mas Los Angeles parece enfim pronto para desafiar qualquer adversário. Eles obviamente não têm o suficiente para superar OKC, e parecem velhos demais para correr com os Clippers, mas contra qualquer outro oponente nos playoffs, não dá para descontar a experiência e tenacidade deste grupo.

É estranho, mas a saga do Lakers é até comovente. Leitores deste espaço sabem que não sou um "grande fã" do time dourado e roxo, mas algo sobre eles nesta temporada atrai a atenção e me faz até torcer a favor. Talvez porque eu queria que eles falhassem por achar as movimentações que levaram Howard e Steve Nash para L.A. desonestas, mas eu jamais esperava que falhassem tão cedo, e tão miseravelmente. É triste ver tanto talento reunido fracassando. Além disso, uma pós-temporada sem o Lakers é como um bolo de chocolate com cobertura de chantilly, mas sem a cereja. Falta alguma coisa.

Não vai faltar. Se será Utah, Houston ou Golden State que ficará do lado de fora, não sei. Mas, principalmente depois da virada desta quarta, eu aposto em Lakers nos playoffs.

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • James Gets Busy

    Mike James abuses the defender with the sick step back jumper and drills the triple.
  • Simmons and Graham Highlights

    Check out the highlights from Jonathan Simmons (Championship game MVP, 23 points) and Treveon Graham (22 points) in the Spurs win over the Suns.
  • Oop to Simmons

    Kyle Anderson launches the deep alley-oop lob to Jonathan Simmons who throws it down with two hands.
  • Anderson's Amazing Dime

    Kyle Anderson delivers the amazing behind-the-back dish to Shannon Scott for the deuce.
  • Suns vs. Spurs

    Becky Hammon guides the Spurs to the Las Vegas Summer League title as Jonathan Simmons wins championship game MVP in the 93-90 win over the Suns.
  • Spurs Win Summer League Championship

    Becky Hammon leads the San Antonio Spurs to a championship in the Las Vegas Summer League. Jonathan Simmons wins Summer League Championship game MVP.
  • Spurs Win Summer League Championship

    Becky Hammon leads the San Antonio Spurs to a championship in the Las Vegas Summer League. Jonathan Simmons wins Summer League Championship game MVP.
  • Quick Steal and Slam

    Mike James makes the quick steal and goes in for the one-hand jam.
  • Quick Steal and Slam

    Mike James makes the quick steal and goes in for the one-hand jam.
  • Atkins And-one

    Darion Atkins follows the miss with an athletic tip-in plus the foul.
  • Jeff Hornacek Interview

    Suns head coach Jeff Hornacek talks about his team during the Vegas Summer League championship game.
  • Anderson's 22 Points

    Kyle Anderson puts up 22 points and eight rebounds to lead the Spurs over the Hawks.