Foi a paixão pelos esportes que fez com que esse ex-administrador de empresas resolvesse tornar-se jornalista. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já escreveu sobre esportes em vários sites e blogs e hoje é o responsável pelo setor de jornalismo de uma grande empresa de cosméticos da região do ABCD paulista. Porém, sua grande motivação ainda reside em comentar e escrever sobre eventos esportivos, especialmente o basquete. É fã e grande colecionador de artigos da NBA desde quando assistiu sua primeira partida ao vivo na antiga Miami Arena há 15 anos.

Gigantes em Baixa!

A temporada 2012/2013 da NBA não tem sido nada fácil para Los Angeles Lakers e Boston Celtics. Surpreendentemente, os dois times mais vitoriosos da Liga sofrem com atuações bem abaixo da crítica e, apesar de ainda ser muito cedo, correm até o risco de ficarem fora dos Playoffs.

Após trazer os All-Star Steve Nash e Dwight Howard para fazerem companhia a Kobe Bryant e Pau Gasol, muitos (me incluo nessa) acreditavam que o Lakers seria o time a ser batido no Oeste (ao lado de Oklahoma e San Antonio). Ou alguém poderia discordar do poderio de uma equipe que reúne o melhor pivô da NBA (Howard) e um dos melhores armadores da história da liga (Nash) a um astro do quilate de Kobe Bryant?

No papel tudo maravilhoso, porém dentro de quadra algo está impedindo o sucesso da equipe. Kobe já cansou de criticar o time, dizendo que “parecem um bando de velhos molengas que não conseguem correr atrás dos jovens valores adversários”. Não chegaria tão longe, mas a falta de um treinador mais competente (Definitivamente, Mike D’Antoni não é o ideal para o Lakers, assim como não era Mike Brown que iniciou a temporada a frente da equipe) e de um banco de reservas no mínimo razoável compromete demais a evolução de um time que, mesmo com essas dificuldades, deveria fazer uma campanha bem melhor.

Com 17 vitórias e 24 derrotas, os californianos estão hoje (23/01) na décima segunda posição na Conferência Oeste com apenas uma vitória a mais que o Sacramento Kings e a cinco do oitavo colocado, o Houston Rockets. Ainda acredito em uma classificação aos Playoffs, mas algo precisa mudar rapidamente, a fim de evitar um vexame ainda maior.

Já o Boston Celtics também sofre com seguidas derrotas. O time parece sentir a falta de Ray Allen e os reforços Jason Terry, Courtney Lee, Darko Milicic e Leandrinho pouco têm ajudado. Por falar no brasileiro, ele pouco entra em quadra. Estreou bem e depois foi esquecido. O outro brasileiro da equipe, o pivô Fab Melo, é outro que não joga e que deverá ainda levar um tempo para ganhar confiança do treinador Doc Rivers. Isso se não criar raízes na D-League.

Mais uma vez, a desculpa pelo mau momento do time acabará sendo empurrada para a idade avançada dos líderes Kevin Garnett e Paul Pierce, mas podemos perceber outros problemas. O Celtics tem defendido muito mal. Rondo, que no ataque e na armação tem sido impecável, na defesa está deixando a desejar. Maior exemplo disso está na partida desta terça-feira em que ele não conseguiu parar o jovem armador do Cleveland Cavaliers, Kyrie Irving. Além disso, alguns jogadores não estão sendo utilizados como deveriam. Jeff Green pouco aparece em quadra, mesmo quando Pierce está muito mal, enquanto outros nem saem do banco.

Graças à falta de poderio de outros times da Conferência, o Boston não deverá ter problemas em classificar-se aos Playoffs mesmo com essas más atuações. Porém, as esperanças de uma boa campanha na fase decisiva do campeonato ficam bem prejudicadas. O time atualmente ocupa a oitava posição com 20 vitórias e 21 derrotas, três vitórias a mais que o nono colocado, o Philadelphia Sixers.

O sinal de alerta está mais do que ligado para Lakers e Celtics que precisam melhorar e muito. Os fanáticos torcedores já começaram a cobrar um melhor desempenho de seus times do coração. Resta a esperança de que após o All-Star Game muita coisa possa mudar a favor dessas equipes.

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Knicks vs. Kings

    DeMarcus Cousins scores a season-high 39 points with 11 rebounds, Rudy Gay adds 29 as the Kings top the Knicks in overtime 135-129.
  • Timberwolves vs. Warriors

    Stephen Curry scores 25 points, Klay Thompson adds 21 as the Warriors rout the Timberwolves 110-97.
  • Through The Lens: Pelicans vs. Bulls

    Take a look at the intense matchup between the Pelicans and the Bulls through the slo-motion lens of the phantom cam.
  • Knicks vs. Kings

    DeMarcus Cousins scores a season-high 39 points with 11 rebounds, Rudy Gay adds 29 as the Kings top the Knicks in overtime 135-129.
  • Cousins Nets A Season-High

    DeMarcus Cousins scores a season-high 39 points with 11 rebounds to lead the Kings over the Knicks in overtime 135-129.
  • Postgame: DeMarcus Cousins

    DeMarcus Cousins speaks after leading the Kings to an overtime win over the Knicks.
  • Cousins' Emphatic dunk

    DeMarcus Cousins splits the double team on the wing and flashes inside for the one-hand hammer.
  • Collison At The Buzzer

    Darren Collison drains the long triple to end the first half.
  • Gay With Energy

    Rudy Gay gets the steal and throws it down emphatically on the break.
  • Gay With Energy

    Rudy Gay gets the steal and throws it down emphatically on the break.
  • Sixers vs. Jazz

    Derrick Favors scores 17 points with 15 rebounds, Gordon Hayward adds 15 as the Jazz beat the Sixers 88-71.
  • Collison Too Crafty

    Darren Collison gets into the lane, goes up and under the defense, and hits the tough layup.