Foi a paixão pelo basquetebol que trouxe Rubens Borges ao jornalismo. De 2005 até 2011 Rubens foi repórter do BasketBrasil (http://www.basketbrasil.com.br). Após sair do BasketBrasil, Rubens não conseguiu ficar longe do basquetebol por muito tempo e criou o Hit The Glass (http://www.hittheglass.blogspot.com.br) onde segue iluminando os fãs da NBA.

Chalk Talk: Ajuda a um Passe de Distância

De tempos em tempos um novo termo aparece na boca de todos para descrever algo que já acontecia a muito tempo. Pode ser um termo novo que define algo que necessitava de definição ou um termo antigo que, finalmente, ganhou a notoriedade que merecia. Ultimamente o termo que vem recebendo atenção é o “help one pass away”, ou seja, ajuda a um passe de distância.

Resumindo, ajuda a um passe de distância é quando um defensor dobra a marcação, deixando um atacante livre a apenas um passe de distância, uma linha de passe simples, desimpedida, que leva a arremessos livres.

O exemplo mais simples é a dobra da marcação no pivô. Acima, Dwight Howard recebe um passe no pivô e Tony Parker imediatamente dobra a marcação.

Dobrando a marcação dali, Parker abre uma linha de passe para Jeremy Lin.

Notem como Lin está a um passe de distância de Howard. Para atingir qualquer outro jogador do Houston Rockets sem arriscar uma interceptação Howard teria que passar para Lin e, somente então, o armador distribuiria a bola para alguém livre.

Lendo bem a situação, Howard atinge Lin com um passe rápido. Deixando Parker no meio do caminho.

Lin erra o arremesso, mas livre como estava, não erraria novamente.

Idealmente, Parker permaneceria marcando Lin, Matt Bonner ajudaria Tim Duncan e o Spurs deixaria Chandler Parson livre mas, a dois passes de distância, a defesa teria tempo para se recuperar.

Nem a melhor defesa da NBA resiste à ajuda a um passe de distância. A jogada do Los Angeles Lakers começa com um pick-and-roll alto entre Kendall Marshall e Pau Gasol. Enquanto isso, Wesley Johnson se dirige à zona morta. A zona morta é o segundo arremesso mais eficiente na NBA, atrás apenas de enterradas/bandejas, e vale 50% a mais.

Marshall passa a bola para Gasol e Lance Stephenson corre para ajudar.

Grande erro de Stephenson. Reconhecendo a falha na marcação, Gasol quase não segura a bola, passando rapidamente para Marshall.

Que, sozinho, converte o arremesso e coloca o Lakers momentaneamente na frente do placar.

Se a melhor defesa da NBA não está imune, quem dirá o melhor defensor. E que tal o mesmo erro em poucos minutos de diferença?

Nenê recebe a bola no pivô, por algum motivo incerto, Andre Iguodala resolve ajudar a um passe de distância. É uma ajuda desnecessária, Andrew Bogut pode marcar o pivô brasileiro tranquilamente.

Mesmo assim, Iggy ajuda e deixa John Wall livre para converter o arremesso.

Menos de um minuto depois a defesa do Golden State Warriors comete o mesmo erro. Dessa vez, Klay Thompson deixa Bradley Beal livre para ajudar Bogut a marcar Nenê. Mais três pontos para o Washington Wizards.

Nem sempre a ajuda a um passe de distância gera um arremesso livre imediatamente. Algumas vezes, a ajuda deixará a defesa correndo atrás da bola e, eventualmente, algum atacante ficará livre para o arremesso.

Vendo que Howard está na marcação Tony Parker ataca a cesta. Reconhecendo a vantagem de Parker, o marcador de Boris Diaw deixa o ala do San Antonio Spurs livre, para cortar o caminho do armador.

Parker não passa para Diaw, vendo Cory Joseph livre na zona morta. Ao receber o passe, Joseph percebe que a defesa do Rockets está correndo atrás da bola, sem posição, e sobe para acima da quebrada da linha dos três.

Seguindo o instinto de um defensor de aro, Howard vai para perto da cesta, algo desnecessário, Parsons já protege o aro.

Com o erro de Howard, Diaw fica livre para um arremesso de três. E tudo começou com a ajuda a um passe de distância.

A maneira ideal de ajudar é estar na linha de passe, mais ou menos na metade do caminho entre os dois jogadores. Assim, o defensor está perto o suficiente para tirar a linha de passe, ajudar seu companheiro, cortar a caminho da cesta do jogador que marca e, dependendo da velocidade, fechar a tempo de atrapalhar o arremesso.

E nunca esqueça de usar sua visão periférica para prestar atenção na bola e no adversário.

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • James Gets Busy

    Mike James abuses the defender with the sick step back jumper and drills the triple.
  • Simmons and Graham Highlights

    Check out the highlights from Jonathan Simmons (Championship game MVP, 23 points) and Treveon Graham (22 points) in the Spurs win over the Suns.
  • Oop to Simmons

    Kyle Anderson launches the deep alley-oop lob to Jonathan Simmons who throws it down with two hands.
  • Anderson's Amazing Dime

    Kyle Anderson delivers the amazing behind-the-back dish to Shannon Scott for the deuce.
  • Suns vs. Spurs

    Becky Hammon guides the Spurs to the Las Vegas Summer League title as Jonathan Simmons wins championship game MVP in the 93-90 win over the Suns.
  • Spurs Win Summer League Championship

    Becky Hammon leads the San Antonio Spurs to a championship in the Las Vegas Summer League. Jonathan Simmons wins Summer League Championship game MVP.
  • Spurs Win Summer League Championship

    Becky Hammon leads the San Antonio Spurs to a championship in the Las Vegas Summer League. Jonathan Simmons wins Summer League Championship game MVP.
  • Quick Steal and Slam

    Mike James makes the quick steal and goes in for the one-hand jam.
  • Quick Steal and Slam

    Mike James makes the quick steal and goes in for the one-hand jam.
  • Atkins And-one

    Darion Atkins follows the miss with an athletic tip-in plus the foul.
  • Jeff Hornacek Interview

    Suns head coach Jeff Hornacek talks about his team during the Vegas Summer League championship game.
  • Anderson's 22 Points

    Kyle Anderson puts up 22 points and eight rebounds to lead the Spurs over the Hawks.