Foi a paixão pelos esportes que fez com que esse ex-administrador de empresas resolvesse tornar-se jornalista. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já escreveu sobre esportes em vários sites e blogs e hoje é o responsável pelo setor de jornalismo de uma grande empresa de cosméticos da região do ABCD paulista. Porém, sua grande motivação ainda reside em comentar e escrever sobre eventos esportivos, especialmente o basquete. É fã e grande colecionador de artigos da NBA desde quando assistiu sua primeira partida ao vivo na antiga Miami Arena há 15 anos.

Olho nos Brasileiros: Dura Missão

Mais experiente entre os atletas brasileiros da NBA, Nenê definitivamente saiu de uma possível zona de conforto quando era coadjuvante no Denver Nuggets e, agora, em sua terceira temporada com o Washington Wizards, o pivô de 31 anos tem a dura missão de ser um dos líderes da jovem equipe da capital norte-americana.



>> Brasileiros na NBA | Nene Estatísticas | NBA LEAGUE PASS

Sua importância para a equipe é evidente. Além de ser um dos melhores pivôs da Liga, Nenê é responsável por fazer “o trabalho sujo”, defender e brigar no garrafão para que os jovens e talentosos John Wall e Bradley Beal possam brilhar. Nesta temporada em especial, o brasileiro têm recebido a ajuda de outro pivô, o polonês Marcin Gortat, o que tem feito Nenê se deslocar para a posição 4 (ala-pivô) em algumas partidas.

Mesmo ainda sofrendo com a velha, e terrível fascite plantar, o brasileiro tem feito algumas partidas muito boas. A melhor delas foi na vitória contra o Brooklyn Nets, onde foi o grande responsável pela vitória dos Wizards. Elogiado por companheiros de equipe, treinador e adversários, Nenê anotou 20 pontos (12 nos últimos cinco minutos do quarto decisivo), oito rebotes e ainda deu um toco fenomenal em Kevin Garnett. Outra grande atuação foi na noite do último sábado. Enfrentando o Cleveland Cavaliers de Anderson Varejão, Nenê foi o segundo cestinha da equipe, terminando a partida com 24 pontos e sete rebotes. Apesar da boa atuação, o Wizards mais uma vez saiu derrotado.

Entretanto, estas várias derrotas (sete em nove partidas) fizeram o brasileiro reclamar e muito com seus companheiros alguns dias atrás. Após a derrota para o San Antonio Spurs, Nenê criticou abertamente e de forma bastante pesada a forma de jogar da equipe e o fato de os jogadores mais jovens se preocuparem demais com estatísticas individuais. Tal desabafo foi criticado por companheiros mais experientes como o ala Al Harrington (que por sinal pouco tem ajudado a equipe até agora), e o brasileiro foi obrigado a se desculpar com o elenco.

A frustração do brasileiro é evidente, afinal ele chegou a declarar aqui no Brasil, quando veio disputar a primeira partida da NBA em solo nacional, que os Wizards tinham tudo para conquistar uma vaga nos playoffs nesta temporada. Infelizmente, um sonho que parece a cada dia mais impossível de ser realizado. Os Wizards possuem alguns talentos inquestionáveis e Nenê é figura importante para liderar esse time. Resta saber se ele está preparado para assumir esta responsabilidade e se as contusões vão deixar o brasileiro exercer tal papel dentro de quadra.

Brasileiros em ação

Foi justamente contra os Wizards de Nenê, que Tiago Splitter fez uma de suas melhores exibições nesta temporada. Novamente titular, Splitter dominou o garrafão, anulou Nenê e terminou a partida com 12 pontos e nove rebotes.

Após algumas atuações fracas, Vitor Faverani voltou a mostrar um bom desempenho. No último sábado, o pivô anotou nove pontos e ainda foi o líder dos Celtics em rebotes (14) na derrota para o Minnesota Timberwolves.

Com a contratação de Andrew Bynum, Anderson Varejão chegou a começar na reserva contra os Bulls e os Wizards. Mesmo assim, o brasileiro é o terceiro jogador da equipe com maior tempo de quadra (32 minutos em média), o que reflete sua importância (especialmente defensiva) para a equipe.

>> Brasileiros na NBA | NBA LEAGUE PASS

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Heat vs. Bulls

    Dwyane Wade scores 26 points, Chris Bosh finishes with 20 and Hassan Whiteside has an unconventional triple-double to help the Heat beat the Bulls 96-84 Sunday.
  • Westbrook finds Durant

    Russell Westbrook picks off the steal and tosses it up top to Kevin Durant for the dunk.
  • Durant Takes Off

    Kevin Durant blows by his defender and crushes it down with the right hand.
  • Westbrook feeds Perkins

    Russell Westbrook bolts inside and feeds Kendrick Perkins who slams it down in traffic.
  • Postgame: Whiteside and Wade

    Hassan Whiteside and Dwyane Wade talk postgame after Whiteside records a franchise record 12 blocks to go along with a triple-double in the Heat win over the Bulls.
  • Brooks And-one

    The Bulls swing it out to Aaron Brooks who drills the triple plus the foul.
  • Put Back by Whiteside

    Hassan Whiteside follows up the Luol Deng miss with the two-handed put back jam.
  • Put Back by Whiteside

    Hassan Whiteside follows up the Luol Deng miss with the two-handed put back jam.
  • Noah Dimes Rose

    Joakim Noah hits Derrick Rose cutting back door for the nice bucket.
  • Hassan's Bringing the Heat

    Hassan Whiteside has taken over the game early for the Miami Heat on the offensive and defensive end.
  • Butler Plus One

    Jimmy Butler pushes it up court, takes the contact and finishes off the glass.
  • Rose Goes Glass

    Derrick Rose explodes down the baseline and spins it acrobatically off the glass.