Adriano Albuquerque é jornalista esportivo e serviu como editor e repórter do site BasketBrasil (http://www.basketbrasil.com.br) por cinco anos, entre 2005 e 2010. Já passou pelas redações do diário LANCE! e do site Globoesporte.com, e cobriu diversos esportes como basquete, futebol americano, futebol, beisebol, streetball, tênis, vôlei e natação. Também foi assessor de imprensa da Federação de Futebol Americano do Rio de Janeiro e do Botafogo Mamutes. Atualmente, cobre MMA para o SporTV.com. É torcedor do Detroit Pistons desde os tempos dos Bad Boys de Isiah Thomas, Joe Dumars e Bill Laimbeer.

Hora de distribuir prêmios

Depois de quase seis meses de mais uma temporada cheia de emoções e grandes lances, chegamos à linha final do campeonato da NBA de 2012-13. Portanto, é hora de distribuir os prêmios para os maiores destaques do ano. Como eu não tenho um voto para os prêmios oficiais da liga, coloco minhas escolhas aqui para os troféus tradicionais.

MVP - Jogador Mais Valioso: LeBron James, Miami Heat

Sim, vai ser o quarto prêmio de MVP de LeBron James em cinco anos, e isso o deixará empatado com Wilt Chamberlain em quarto na lista de maiores vencedores da honraria. À sua frente, apenas Kareem Abdul-Jabbar, Michael Jordan e Bill Russell. Você poderia argumentar a favor de Carmelo Anthony, Kevin Durant, Tony Parker, Chris Paul e, principalmente, Kobe Bryant, que realmente colocou o Lakers nas costas e forçou seu caminho em direção aos playoffs, mas não há como descartar LBJ. Ele foi o melhor jogador do mês na Conferência Leste em TODOS OS MESES da temporada. É o líder em eficiência da NBA. Em fevereiro, teve a marca incrível de 64,1% em aproveitamento de arremessos. Liderou a segunda maior sequência invicta da história da NBA, com 27 vitórias consecutivas. Esta foi, por incrível que pareça, a temporada mais impressionante de LeBron James na sua carreira.

Novato do Ano: Damian Lillard, Portland Trail Blazers

O armador do Blazers caiu até a sexta posição do draft do ano passado porque muita gente questionava sua origem, na pequena universidade Weber State. Porém, logo nas ligas de verão, Lillard começou a fazer seus detratores queimarem a língua. Assim como LeBron, Lillard foi eleito o melhor novato de sua conferência em todos os meses da temporada. Ele termina o ano com 19 pontos, 6,5 assistências e 3,2 rebotes por jogo, além de recordes pessoais de 38 pontos em jogo contra o Lakers e 12 assistências em partida contra o Magic. Nenhum novato chegou perto da consistência e impacto de Lillard, que vai levar o prêmio justamente.

Técnico do Ano: George Karl, Denver Nuggets

Esse é sempre o prêmio mais difícil de ser dado, principalmente porque é muito difícil de se mensurar o tamanho da importância do técnico no sucesso de cada time. Miami, por exemplo, veio melhor do que nunca, mas será que Erik Spoelstra teve tanto impacto assim, ou simplesmente ter LeBron, Dwyane Wade, Chris Bosh, Ray Allen e Shane Battier no mesmo time foi a diferença? Eu dou o prêmio a George Karl por uma série de motivos. Primeiro, porque o seu sucesso é consistente, então sabemos que ele tem mesmo um dedo na eficiência de seus times, diferente, por exemplo, de PJ Carlesimo, do Nets, ou do próprio Spoelstra. Segundo, porque seu time, mais uma vez, carece de superastros, mas pode fechar o ano com a terceira melhor campanha do Oeste - quarta melhor da NBA. Além disso, o Nuggets é o único time a aparecer entre os cinco melhores da NBA em pontos por jogo, rebotes, assistências, eficiência, e offensive rating (algo como qualificação ofensiva). Karl sem dúvida tem boa parte de responsabilidade nesse sucesso.

Sexto Homem do Ano: JR Smith, New York Knicks

Sempre soubemos que JR era um grande talento e que só faltava a ele colocar tudo no lugar certo para explodir. Nesta temporada, Smith foi mais consistente do que nunca, e elevou o nível de seu jogo na reta final, após o All-Star Game. Foi peça fundamental para levar o Knicks à segunda posição do Leste, especialmente quando as lesões começaram a se acumular para a equipe. Nenhum outro reserva foi mais eficiente e importante que ele nesta temporada.

Jogador de Maior Evolução do Ano: James Harden, Houston Rockets

OK, podem dizer que as evoluções estatísticas de James Harden nesta temporada foram fruto do aumento exponencial de sua responsabilidade, ao trocar de time e deixar de ser um "simples" Sexto Homem para se tornar um "franchise player". Mas o fato é que James Harden cumpriu o que se esperava dele, e ainda mais. Em seus primeiros dois jogos de temporada regular pelo Rockets, Harden marcou 37 e 45 pontos, deu 12 assistências num deles e logo abriu especulação de que seria candidato a MVP. Harden pegou a responsabilidade e matou no peito, carregando um time extremamente jovem do Houston aos playoffs. Em relação ao ano passado, o ala-armador jogou uma média de sete minutos por jogo a mais, mas marcou 9,1 pontos e 2,2 assistências a mais em média. Foi para o All-Star Game pela primeira vez na carreira. Mereceu o prêmio.

Melhor Jogador Defensivo do Ano: Marc Gasol, Memphis Grizzlies

Esse é um prêmio mais difícil de se apontar, porque as estatísticas oficiais defensivas (tocos, roubos e rebotes) podem ser bastante enganosas. JaVale McGee, por exemplo, é um exímio bloqueador de arremessos, mas perde rotações, comete erros bobos na marcação. Um roubo muitas vezes é uma bola que sobra na mão de um jogador após um de seus companheiros causar pânico num adversário, e alguns jogadores que roubam muitas bolas o fazem arriscando cortar passes, mas são ruins na defesa homem a homem e às vezes deixam suas equipes vendidas ao arriscar um desses roubos. Aliás, defesa é um atributo mais coletivo do que individual: você pode ser incrível no homem a homem, mas se seu companheiro não souber o que fazer num pick and roll, não rodar para o lado certo quando houver uma dobra, não for rápido o suficiente para cobrir um espaço, tudo é em vão.

Com tudo isso em mente, minha indicação para o prêmio de Melhor Jogador Defensivo do Ano é Marc Gasol, que é o comandante da eficiente defesa do Memphis Grizzlies. É o time que menos sofre pontos por jogo na NBA, o terceiro melhor em aproveitamento de arremessos cedidos ao adversário e o segundo melhor em defensive rating (qualificação defensiva). O líder neste quesito é o Indiana Pacers, e muitos vão argumentar que Roy Hibbert tem credenciais para receber o prêmio. Para mim, porém, Gasol é o líder mais vocal e eficiente de um time sólido, que produziu também uma campanha melhor que o Indiana, com uma tabela mais complicada.

Times All-NBA:

Primeiro Time: Chris Paul, Kobe Bryant, Carmelo Anthony, LeBron James e Marc Gasol
Segundo Time: Tony Parker, James Harden, Kevin Durant, Serge Ibaka e Tim Duncan
Terceiro Time: Russell Westbrook, Stephen Curry, Paul George, Blake Griffin e Chris Bosh

Times All-Rookies:

Primeiro Time: Damian Lillard, Bradley Beal, Harrison Barnes, Moe Harkless e Anthony Davis
Segundo Time: Pablo Prigioni, Dion Waiters, Michael Kidd-Gilchrist, Andre Drummond e Jonas Valanciunas

Times All-Defense:

Primeiro Time: Chris Paul, Tony Allen, LeBron James, Serge Ibaka e Marc Gasol
Segundo Time: Mike Conley, Kobe Bryant, Kevin Durant, Larry Sanders e Roy Hibbert

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Rockets vs. Kings

    Ray McCallum scores 29 points and grabs nine rebounds as the Kings beat the Rockets on Monday night.
  • Kings, McCallum Accept Trophies

    The Sacramento Kings and MVP Ray McCallum are presented with the Summer League championship trophy
  • Backyard Hoops

    Ray McCallum hits a crazy one-legged three to highlight the Sacramento comeback.
  • Johnson Takes Flight

    Nick Johnson takes the nice feed and deposits the reverse slam with ease.
  • McLemore Explodes to the Rim

    Ben McLemore drives the lane and flushes with the right hand.
  • Canaan Denied

    Eric Moreland swats the Isaiah Canaan offering with authority.
  • Kings vs. Wizards

    MarShon Brooks scores 14 points, Ray McCallum adds 11 points, as the Kings beat the Wizards 74-62 to advance to the Summer League Finals game.
  • Postgame: Ray McCallum

    Ray McCallum speaks to Rick Fox after scoring 11 points in a victory over the Wizards.
  • Oriakhi Cleans Up

    Nik Stauskas misses on the triple, and Alex Oriakhi cleans up strong with the putback dunk.
  • Oriakhi Cleans Up

    Nik Stauskas misses on the triple, and Alex Oriakhi cleans up strong with the putback dunk.
  • Hornets vs. Rockets

    Isaiah Canaan scores 24 points, Donatas Motiejunas adds 18 points as the Rockets beat the Hornets 83-79 to advance to the Summer League Finals game.
  • Mitch Richmond Interview

    Mitch Richmond speaks with Rick Fox about being inducted into the Naismith Hall Of Fame, and about the Sacramento Kings change of culture.