Foi a paixão pelos esportes que fez com que esse ex-administrador de empresas resolvesse tornar-se jornalista. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já escreveu sobre esportes em vários sites e blogs e hoje é o responsável pelo setor de jornalismo de uma grande empresa de cosméticos da região do ABCD paulista. Porém, sua grande motivação ainda reside em comentar e escrever sobre eventos esportivos, especialmente o basquete. É fã e grande colecionador de artigos da NBA desde quando assistiu sua primeira partida ao vivo na antiga Miami Arena há 15 anos.

D-Wade garante a segunda vitória

A vitória fora de casa na segunda partida da final era a força que o Dallas Mavericks precisava para tentar a façanha de conquistar o título da NBA em seus domínios, afinal contava com apoio do torcedor e com a esperança de enfrentar um Miami abalado com uma derrota inesperada e até “vexatória”, visto que liderava o jogo com tranqüilidade e autoridade.

Entretanto, para surpresa de muita gente, o Miami mandou no jogo 3, comandou o placar por quase toda a partida e mesmo quando pressionado no terceiro e quarto quartos soube segurar ou recuperar a pequena vantagem e garantir uma importantíssima vitória por 88 a 86. A chave da vitória? O talento de Dwyane Wade, líder inconteste dessa equipe e que conseguiu chamar a responsabilidade (anotou sete dos últimos nove pontos do time na partida, terminando o jogo com 29) em um momento em que muitos jogadores tentavam se livrar da bola desesperadamente, inclusive LeBron James que foi muito mal no segundo tempo (terminando com 17 pontos).

Outro ponto a ser ressaltado foi a excepcional defesa do Miami que forçou o Dallas a cometer 14 erros, além de oito roubos de bola. Como disse D-Wade ao final da partida “a agressividade da equipe foi fundamental para bater a forte equipe de Dallas e recuperar a derrota sofrida em casa”. Essa agressividade limitou em alguns momentos o trabalho ofensivo de Shawn Marion (apenas 10 pontos na partida), Tyson Chandler (cinco pontos) e até de Dirk Nowitzki (que perdeu uma bola e um arremesso no fim do jogo, mas mesmo assim foi novamente o cestinha da partida com 34). Mesmo tendo um time um pouco mais baixo o Miami venceu o duelo no garrafão, especialmente no primeiro tempo.

Com relação ao banco de reservas houve um equilíbrio. Foram 19 pontos dos reservas de Miami, com destaque especial para o armador Mario Chalmers que anotou 12, sendo quatro bolas da linha dos três pontos, uma inclusive do meio da quadra no final do segundo quarto, contra 25 dos reservas do Dallas. Destaque para os 15 pontos do sexto homem Jason Terry.

A série permanece em Dallas para as próximas duas partidas (terça e quinta-feira) e o time da casa jogará pressionado, afinal outra derrota poderá ser definitiva para a série que ainda terá dois jogos em Miami.

O Dallas precisará recuperar a eficiência na linha de três pontos que tanto machucou os adversários no Oeste e os jogadores precisarão dividir um pouco mais a responsabilidade com Nowitzki, afinal o alemão está fazendo sua parte, mas não dá para jogar sozinho. O ímpeto e a força apresentados naquela recuperação épica no jogo 2 em Miami deveriam servir de lição para o time de Rick Carlisle. Já o Miami voltou a controlar a série e tirou um peso das costas. Joga por uma vitória nos próximos dois confrontos para ter a chance de conquistar seu segundo título em casa.

O jogo 4 será fundamental e certamente irá pegar fogo. Será que o Dallas sentirá a responsabilidade? Teremos um novo empate na série? Ou o Miami repetirá a façanha do jogo 3? Fique ligado!

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Rockets vs. Kings

    Ray McCallum scores 29 points and grabs nine rebounds as the Kings beat the Rockets on Monday night.
  • Kings, McCallum Accept Trophies

    The Sacramento Kings and MVP Ray McCallum are presented with the Summer League championship trophy
  • Backyard Hoops

    Ray McCallum hits a crazy one-legged three to highlight the Sacramento comeback.
  • Johnson Takes Flight

    Nick Johnson takes the nice feed and deposits the reverse slam with ease.
  • McLemore Explodes to the Rim

    Ben McLemore drives the lane and flushes with the right hand.
  • Canaan Denied

    Eric Moreland swats the Isaiah Canaan offering with authority.
  • Kings vs. Wizards

    MarShon Brooks scores 14 points, Ray McCallum adds 11 points, as the Kings beat the Wizards 74-62 to advance to the Summer League Finals game.
  • Postgame: Ray McCallum

    Ray McCallum speaks to Rick Fox after scoring 11 points in a victory over the Wizards.
  • Oriakhi Cleans Up

    Nik Stauskas misses on the triple, and Alex Oriakhi cleans up strong with the putback dunk.
  • Oriakhi Cleans Up

    Nik Stauskas misses on the triple, and Alex Oriakhi cleans up strong with the putback dunk.
  • Hornets vs. Rockets

    Isaiah Canaan scores 24 points, Donatas Motiejunas adds 18 points as the Rockets beat the Hornets 83-79 to advance to the Summer League Finals game.
  • Mitch Richmond Interview

    Mitch Richmond speaks with Rick Fox about being inducted into the Naismith Hall Of Fame, and about the Sacramento Kings change of culture.