Guilherme Buso deu seus primeiros arremessos numa quadra de basquete aos 9 anos de idade. Desde então, disputou todos os campeonatos das categorias de base, atuou por uma temporada de High School nos Estados Unidos e foi parte da equipe adulta de Santo André até sua formação acadêmica como jornalista na Universidade Metodista. Produziu o documentário "Bola ao Cesto", que faz uma retrospectiva detalhada da Seleção Brasileira de basquete masculina. Foi repórter da TV Federação Paulista de Futebol, mas jogar, assistir e comentar os jogos da bola laranja sempre foram sua tarefa predileta. Atualmente, é gerente de comunicação da Liga Nacional de Basquete e escreve para a NBA desde 2007.

Responsa toda deles

Os mais pessimistas já imaginavam. Os otimistas não poderiam acreditar que aconteceria novamente. Será que após o pior desempenho da carreira em playoffs, o ala do Miami Heat, LeBron James jogaria mal de novo? De fato isso não aconteceu. James anotou um triplo-duplo de 17 pontos, 10 rebotes e 10 assistências. No entanto, o número 6 do time da Florida simplesmente não decidiu de novo e o Dallas Mavericks faturou o Jogo 5, em casa, por 112 a 103.

Sem muita confiança no ataque, James e o armador Dwyane Wade tiveram vários arremessos livres no primeiro quarto, mas sempre refugavam. Eles até arremessaram algumas bolas, mas totalmente sem equilíbrio. O Dallas, por outro lado, aproveitou os contra-ataques e fez um jogo bem trabalhado no ataque, como sempre, para abrir sete pontos de vantagem na etapa inicial.

Além de não estar fazendo uma boa partida, o Miami tomou um susto no finalzinho do primeiro quarto, quando Wade infiltrou e sofreu falta do ala/pivô do Dallas, Brian Cardinal. O armador sentiu o quadril e ficou fora de quadra por alguns minutos.

O Dallas não deu moleza com a ausência do principal jogador adversário na série, porém, não conseguiu aproveitar o momento e manteve o jogo equilibrado. O Heat passou à frente do marcador algumas vezes, mas sempre que isso acontecia, os Mavs eram capazes de retomar a liderança do marcador rapidamente.

O torcedor na American Airlines Center foi importante para pressionar o adversário e, claro, o time do Dallas correspondeu para que isso acontecesse. O trabalho coletivo no ataque e na defesa fez com que todos os jogadores do Dallas tivessem destaque. Shawn Marion e Jason Kidd se destacaram no primeiro quarto, José Juan Barea e Jason Terry foram importantes durante todo o jogo e ele, o alemão Dirk Nowitzki, sem febre dessa vez, foi novamente decisivo, anotando 29 pontos na partida. Até Brian Cardinal matou uma bola de 3 para o delírio da torcida.

A vitória no Jogo 5 coloca o Dallas Mavericks a um passo do título inédito da NBA. É preciso uma vitória em dos dois confrontos na casa do adversário. Os números são favoráveis para isso. Nas 26 séries final da NBA que chegaram empatadas em 2 a 2, em 19 vezes o time que venceu o Jogo 5 conseguiu o título. Para Miami resta ser os outros sete. Mas, para isso, LeBron precisa jogar mais.

Dallas Mavericks e Miami Heat entram em quadra para o Jogo 6 da série final da NBA neste domingo, às 21h (horário de Brasília). Caso seja necessário, o Jogo 7 será na terça-feira, às 22h.

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Kings vs. Suns

    DeMarcus Cousins leads the Kings with 24 points and 11 rebounds past the Suns, 102-96.
  • Kings vs. Suns

    DeMarcus Cousins leads the Kings with 24 points and 11 rebounds past the Suns, 102-96.
  • Trail Blazers vs. Jazz

    Damian Lillard scores 23 points, LaMarcus Aldridge adds 19 as the Trail Blazers edge the Jazz 92-89.
  • Sixers vs. Nuggets

    Robert Covington ties his career-high with 25 points, Nerlens Noel adds 14 and 15 rebounds as the Sixers top the Nuggets 99-85.
  • Spin Cycle

    Nik Stauskas grabs the rebound and takes it coast to coast for the spinning shot at the other end of the floor.
  • Spin Cycle

    Nik Stauskas grabs the rebound and takes it coast to coast for the spinning shot at the other end of the floor.
  • Spin Cycle

    Nik Stauskas grabs the rebound and takes it coast to coast for the spinning shot at the other end of the floor.
  • Spin Cycle

    Nik Stauskas grabs the rebound and takes it coast to coast for the spinning shot at the other end of the floor.
  • Spin Cycle

    Nik Stauskas grabs the rebound and takes it coast to coast for the spinning shot at the other end of the floor.
  • Spin Cycle

    Nik Stauskas grabs the rebound and takes it coast to coast for the spinning shot at the other end of the floor.
  • Spin Cycle

    Nik Stauskas grabs the rebound and takes it coast to coast for the spinning shot at the other end of the floor.
  • Spin Cycle

    Nik Stauskas grabs the rebound and takes it coast to coast for the spinning shot at the other end of the floor.