Guilherme Buso deu seus primeiros arremessos numa quadra de basquete aos 9 anos de idade. Desde então, disputou todos os campeonatos das categorias de base, atuou por uma temporada de High School nos Estados Unidos e foi parte da equipe adulta de Santo André até sua formação acadêmica como jornalista na Universidade Metodista. Produziu o documentário "Bola ao Cesto", que faz uma retrospectiva detalhada da Seleção Brasileira de basquete masculina. Foi repórter da TV Federação Paulista de Futebol, mas jogar, assistir e comentar os jogos da bola laranja sempre foram sua tarefa predileta. Atualmente, é gerente de comunicação da Liga Nacional de Basquete e escreve para a NBA desde 2007.

Perigo

Quando ouvi que o pivô do Cleveland Cavaliers, Anderson Varejão, rompeu o tendão do tornozelo direito e ficaria fora do resto da temporada 2010/2011 da NBA me bateu uma preocupação enorme. A lesão de Varejão pode dificultar sua preparação para o Pré-Olímpico das Américas de 2011, que será realizado em Mar Del Plata (ARG), entre os dias 30 de agosto e 11 de setembro, competição que será a grande chance da Seleção Brasileira de conseguir a vaga para a Olimpíada de Londres 2012.

O pivô capixaba vinha fazendo uma boa temporada com o fraco time dos Cavs, que ainda sofre muito com a perda de seu principal jogador, o ala LeBron James. Varejão tinha médias 9,1 pontos e 9,7 rebotes no campeonato.

É claro que a saída de James foi importante para que o brasileiro tivesse mais tempo e liberdade em quadra. Mas, no basquete é muito importante estar bem fisicamente e com a moral elevada. No último Mundial, vimos um Varejão que não estava recuperado de uma lesão no mesmo tornozelo e, com isso, não se sentia seguro para correr, pular e, principalmente, desenvolver seu basquete ofensivo, que já não é seu forte.

Por mais que muitos critiquem Anderson Varejão pela sua falta de presença ofensiva, a Seleção Brasileira perde muito sem o pivô. Defensivamente, o jogador dos Cavs é um dos melhores do basquete mundial. E, além disso, Varejão consegue exercer muito bem o papel de líder da equipe.

Para conquistarmos a sonhada vaga olímpica precisaremos de todos os nossos principais jogadores, saudáveis e focados. Anderson Varejão é, sem dúvida, um dos principais nomes da lista que o técnico argentino Rubén Magnano conta para partir em busca desse feito.

Só nos resta, agora, torcer para que a recuperação de Varejão seja bastante rápida para que ele tenha tempo de melhorar a forma física e voltar a ter a confiança que ele vinha mostrando nesta temporada da NBA.

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Knight to Warren

    T.J. Warren takes the pass and finishes with a powerful slam.
  • Markieff's Follow

    Markieff Morris with a fantastic follow during the first quarter.
  • Slammin' It Home

    Markieff Morris takes the pass and throws down a powerful slam.
  • Clippers vs. Celtics

    J.J. Redick scores 27 points, Chris Paul has 21 points and 10 assists, and the Clippers beat the Celtics 119-106 on Sunday for their seventh consecutive win.
  • Parker to Splitter

    Tiago Splitter takes the pass, gets fouled and sinks the shot.
  • Parker to Splitter

    Tiago Splitter takes the pass, gets fouled and sinks the shot.
  • Blake's 360 Block

    Blake Griffin flies-in and spins in the air for the twirling block.
  • Pistons vs. Heat

    Dwyane Wade scores 40 points one day after having fluid removed from his balky left knee, Udonis Haslem set season highs with 18 points and 13 rebounds, and the Heat beat the Pistons 109-102.
  • Nowitzki's Tough Shot

    Dirk Nowitzki drains a tough shot during the third quarter.
  • Wade Scores 40

    Dwyane Wade scores 40 points in the Heat win over the Pistons.
  • Postgame: Dwyane Wade

    Dwyane Wade talks postgame after scoring 40 points in the Heat victory over the Pistons.
  • Miles Slam

    C.J. Miles drives to the basket and throws down a powerful slam.