Adriano Albuquerque é jornalista esportivo e serviu como editor e repórter do site BasketBrasil (http://www.basketbrasil.com.br) por cinco anos, entre 2005 e 2010. Já passou pelas redações do diário LANCE! e do site Globoesporte.com, e cobriu diversos esportes como basquete, futebol americano, futebol, beisebol, streetball, tênis, vôlei e natação. Também foi assessor de imprensa da Federação de Futebol Americano do Rio de Janeiro e do Botafogo Mamutes. Atualmente, cobre MMA para o SporTV.com. É torcedor do Detroit Pistons desde os tempos dos Bad Boys de Isiah Thomas, Joe Dumars e Bill Laimbeer.

O homem que não pode vencer

Logo após a histórica performance de 45 pontos, 15 rebotes e cinco assistências que liderou o Miami Heat a uma necessária vitória por 98 a 79 sobre o Boston Celtics no Jogo 6 das Finais da Conferência Leste, alguns veículos de imprensa estamparam em suas manchetes: "LeBron James finalmente cala seus críticos".

Pfft. Até parece.

É só ir ao Twitter ou ao Facebook para ver gente dizendo, "Se ele é tão bom, por que não faz isso em todos os jogos?"

Sou membro da mídia e conheço bem a necessidade de hipérbole e dramaticidade em manchetes para vender jornais, conseguir audiência, atrair cliques. Mas sinceramente, algum jornalista, ou alguma pessoa sequer, acredita que LeBron vai calar de fato seus críticos algum dia? Somente uma marca indiscutível, do tipo sete títulos da NBA, poderá - talvez - abafar o mar de desprezo pelo precocemente proclamado "rei".

Já cansei de ler essas manchetes de que "LeBron enfim aprendeu" para, poucos dias depois, ler novamente que "LeBron amarelou no final". Não precisa nem ir muito longe - há duas semanas, a manchete era que LeBron fez 40 pontos, 18 rebotes e nove assistências para igualar a série com o Indiana Pacers. Poucos dias depois, os críticos já haviam voltado, dizendo que James havia sumido novamente e que fora Dwyane Wade quem carregou o time nos dois jogos finais da série. No ano passado, o camisa 6 foi estelar na série final do Leste contra o Chicago Bulls, com atuações brilhantes nos quartos períodos, e todos disseram que ele havia, enfim, despertado - apenas para jogarem sobre ele toda a culpa da derrota em seis jogos para o Dallas Mavericks na grande decisão.

E adivinha o que vai acontecer se o Boston Celtics vencer o jogo 7 neste sábado? Ou se Miami conseguir avançar, mas perder para o Oklahoma City Thunder em seguida? Sinceramente, mesmo que o Heat vença cinco jogos seguidos agora e LeBron conquiste seu primeiro anel, ainda vai ter metade do mundo dizendo, "Só ganhou por causa do Dwyane Wade", ou "Só ganhou porque o Chris Bosh voltou", ou "Deu sorte, agora quero ver ganhar mais cinco que nem o Jordan".

Talvez seja por isso que LeBron entrou com um semblante tão sombrio e fechado na partida de quinta-feira. Na verdade, acho que foi isso que impressionou mais as pessoas, pois ele já teve performances em playoffs até melhores que a de quinta; a contra o Pacers, por exemplo, ou a atuação em que marcou os últimos 25 pontos do Cavaliers contra o Detroit Pistons nas finais do Leste de 2007. É que em todas as outras vezes, LeBron sempre sorriu e sempre se importou em ser paparicado, em ser aplaudido, em ter a simpatia dos outros.

Desta vez, a impressão que ficou é que ele finalmente entendeu que não adianta. É inútil. A esta altura, depois de todos os seus atos controversos, ele pode descobrir a cura do câncer que ainda vai ter gente que vai reclamar. Apenas saiba quem você é e siga em frente, sem acreditar nem no mais alto elogio, nem na mais baixa crítica.

Veremos se LeBron James mantém a mesma atitude neste sábado. O público, já sabemos, atacará de uma forma ou de outra.

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • James Gets Busy

    Mike James abuses the defender with the sick step back jumper and drills the triple.
  • Simmons and Graham Highlights

    Check out the highlights from Jonathan Simmons (Championship game MVP, 23 points) and Treveon Graham (22 points) in the Spurs win over the Suns.
  • Oop to Simmons

    Kyle Anderson launches the deep alley-oop lob to Jonathan Simmons who throws it down with two hands.
  • Anderson's Amazing Dime

    Kyle Anderson delivers the amazing behind-the-back dish to Shannon Scott for the deuce.
  • Suns vs. Spurs

    Becky Hammon guides the Spurs to the Las Vegas Summer League title as Jonathan Simmons wins championship game MVP in the 93-90 win over the Suns.
  • Spurs Win Summer League Championship

    Becky Hammon leads the San Antonio Spurs to a championship in the Las Vegas Summer League. Jonathan Simmons wins Summer League Championship game MVP.
  • Spurs Win Summer League Championship

    Becky Hammon leads the San Antonio Spurs to a championship in the Las Vegas Summer League. Jonathan Simmons wins Summer League Championship game MVP.
  • Quick Steal and Slam

    Mike James makes the quick steal and goes in for the one-hand jam.
  • Quick Steal and Slam

    Mike James makes the quick steal and goes in for the one-hand jam.
  • Atkins And-one

    Darion Atkins follows the miss with an athletic tip-in plus the foul.
  • Jeff Hornacek Interview

    Suns head coach Jeff Hornacek talks about his team during the Vegas Summer League championship game.
  • Anderson's 22 Points

    Kyle Anderson puts up 22 points and eight rebounds to lead the Spurs over the Hawks.