Adriano Albuquerque é jornalista esportivo e serviu como editor e repórter do site BasketBrasil (http://www.basketbrasil.com.br) por cinco anos, entre 2005 e 2010. Já passou pelas redações do diário LANCE! e do site Globoesporte.com, e cobriu diversos esportes como basquete, futebol americano, futebol, beisebol, streetball, tênis, vôlei e natação. Também foi assessor de imprensa da Federação de Futebol Americano do Rio de Janeiro e do Botafogo Mamutes. Atualmente, cobre MMA para o SporTV.com. É torcedor do Detroit Pistons desde os tempos dos Bad Boys de Isiah Thomas, Joe Dumars e Bill Laimbeer.

O time que não desiste nunca

No último domingo, li no Twitter um comentário muito engraçado, dizendo que o San Antonio Spurs era mais difícil de matar do que o Jason do filme "Sexta-Feira 13". Pensando na longevidade da excelência da equipe texana - não perde um playoff desde 1997 e está sempre entre os favoritos - a piada é certeira. Porém, se falarmos estritamente desta atual temporada, o verdadeiro Jason da NBA tem que ser o Memphis Grizzlies.

Logo na primeira semana do campeonato, o time de Tennessee perdeu Darrell Arthur, um de seus principais reservas, e Zach Randolph, seu principal jogador. No mesmo momento, todo mundo lamentou e tirou Memphis do grupo de favoritos ao título, uma pena depois de ver a bela campanha da equipe nos playoffs de 2010-11. Mas cá estamos nós, no último mês da temporada, e lá está Memphis, brigando por mando de quadra na pós-temporada. E mesmo com movimentações altamente duvidosas!

Pra começo de conversa, o time dispensou o armador Greivis Vazquez, destaque na série contra o Spurs no ano passado, numa troca ainda na pré-temporada, convencido que os calouros Jeremy Pargo e Josh Selby dariam conta do recado na reserva de Mike Conley. Não deram, mas o time decidiu simplesmente ABUSAR de Conley e, de vez em quando, deixar a bola na mão de OJ Mayo para dar um descansinho. E olha que Conley sofreu lesões e jogou no sacrifício! O armador é usado 35,5 minutos por jogo, 24ª maior média de tempo de jogo da liga - como referência, ele fica mais tempo em quadra do que Paul Pierce, Dwyane Wade, Carmelo Anthony, Tony Parker e Dirk Nowitzki!

Quando Randolph se machucou, o Grizzlies ficou com uma linha de frente extremamente rala, muito dependente de Marc Gasol. O espanhol está fazendo uma temporada espetacular - é 18º na liga em eficiência - mas Memphis também fez uma aposta e trouxe Marreese Speights, que estava encostado no Philadelphia 76ers. Speights chegou em Memphis e está produzindo suas melhores médias na carreira! Seus 8,8 pontos e 6,3 rebotes em 22,4 minutos não são nada de espetacular, mas são uma baita ajuda! Randolph só voltou recentemente, e só nesta semana começou a lembrar o jogador que liderou a equipe nos playoffs do ano passado. Contra Miami e Dallas, "Z-Bo" fez duplos-duplos.

Outra contratação duvidosa: trouxeram o polêmico Gilbert Arenas, que estava parado desde que foi dispensado pelo Orlando Magic no ano passado. O ex-"Agente Zero" demorou um pouco, mas se encaixou saindo do banco, marcando em dígitos duplos em três das quatro vitórias do time na primeira semana de abril. Quem diria?

Num campeonato completamente em aberto, em que quase todos os times têm deficiências gritantes, por que o Memphis Grizzlies não poderia surpreender e conquistar o título? A maior deficiência de Memphis é sua inconsistência - um dia parecem campeões imbatíveis, no outro parecem time de pelada. Apesar disso, pode listar os principais favoritos ao título: Miami, Chicago, Oklahoma City, San Antonio, Lakers - o único que o Grizzlies não derrotou pelo menos uma vez neste grupo foi o Spurs. São justamente os dois times mais completos do Oeste, com boa defesa, armadores velozes, alas capazes de cortar para dentro e de chutar de fora e pivôs formidáveis tanto no poste baixo quanto no cotovelo do garrafão.

Do jeito que os playoffs estão se desenhando, vão se encontrar na segunda rodada. Aí sim, veremos quem é o verdadeiro Jason da NBA em 2011-12.

PS: Se o Grizzlies desandar nas próximas semanas, podem culpar a mim. Meus textos andam zicando geral! Estou tão pé frio que, na semana passada, foi só eu considerar escrever sobre o Thunder que a equipe perdeu dois jogos consecutivos. Vida que segue...

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Postgame: Westbrook

    Russell Westbrook addresses the media following the Thunder's loss to the Bulls.
  • Mavericks vs. Trail Blazers

    LaMarcus Aldridge scores 17 points with 12 boards, Nicolas Batum adds 15 and 12 rebounds as the Trail Blazers rout the Mavericks 94-75.
  • Gee Steals and Dunks

    Alonzo Gee picks off the pass and takes it in for the dunk.
  • From Half-Court

    A Blazers' fan hits a half-court shot to win a Toyota.
  • Go Gee

    Chris Kaman makes the inside feed to Alonzo Gee for the nasty two-hand finish.
  • Defense To Offense

    Robin Lopez gets the block that leads to a Nicolas Batum layup plus the foul.
  • Defense To Offense

    Robin Lopez gets the block that leads to a Nicolas Batum layup plus the foul.
  • Active Hands

    Damian Lillard gets the steal that leads to a Alonzo Gee dunk on the other end.
  • Wesley Matthews Injury

    Wesley Matthews tries to get out in transition for a quick basket, but would take a spill and leave the game with an ankle injury.
  • Wesley Matthews Injury

    Wesley Matthews tries to get out in transition for a quick basket, but would take a spill and leave the game with an ankle injury.
  • To The Rack

    Nicolas Batum feeds Robin Lopez who elevates and throws it down.
  • Thunder vs. Bulls

    Nikola Mirotic scores 26 points and collects 8 rebounds as the Bulls win a nail biter over the Thunder 108-105.