Adriano Albuquerque é jornalista esportivo e serviu como editor e repórter do site BasketBrasil (http://www.basketbrasil.com.br) por cinco anos, entre 2005 e 2010. Já passou pelas redações do diário LANCE! e do site Globoesporte.com, e cobriu diversos esportes como basquete, futebol americano, futebol, beisebol, streetball, tênis, vôlei e natação. Também foi assessor de imprensa da Federação de Futebol Americano do Rio de Janeiro e do Botafogo Mamutes. Atualmente, cobre MMA para o SporTV.com. É torcedor do Detroit Pistons desde os tempos dos Bad Boys de Isiah Thomas, Joe Dumars e Bill Laimbeer.

Os Favoritos e os "Farsantes"

Foram meses e meses esperando o retorno da NBA, e parece que valeu a pena, hein? A rodada de Natal teve três de seus cinco jogos bastante disputados com grandes performances dos astros e a primeira semana também foi bastante empolgante! Que tal a vitória do Kings sobre o Lakers? E a reação do Miami contra Charlotte? E a cesta de Kevin Durant com 1,1s restando no cronômetro para decidir OKC x Dallas?

As estreias de todos os times já ficaram para trás, então vamos "separar o joio do trigo", ou seja, declarar os favoritos e os "farsantes" na briga pelo título. "Farsantes" é uma palavra forte, e tenho certeza que vai gerar MUITA polêmica aí nos comentários, mas o que significa é apenas que são times com aspirações de título mas que, no momento, só vão brigar realmente se sofrerem algumas mudanças. Significa que estão ali, mas ainda falta alguma coisa...

OS FAVORITOS

Miami Heat
Ainda bem que esta temporada é mais curta, senão estaríamos agora especulando novamente se eles venceriam 70 jogos neste ano. Agora sim é a hora de ter tamanhas expectativas: com um ano de entrosamento, Miami está pronto para realmente ser o time que todos esperavam, e o elenco de apoio ainda melhorou tremendamente, com Shane Battier na lateral e o surpreendente novato Norris Cole, que além de já estar jogando melhor que o Mario Chalmers, ainda tem um dos nomes mais maneiros da história - são essencialmente dois sobrenomes! Eles já começaram o campeonato praticamente arrasando todo mundo que encontraram, mas seguem com os mesmos problemas que os acometeram por toda a última temporada: dão mole no final dos jogos, e ficam perdidos contra defesas por zona.

Chicago Bulls
O time de melhor campanha do ano passado continua com o elenco praticamente intacto, apenas com a adição de Rip Hamilton, que aos poucos já está se adaptando e é um grande upgrade para a posição de ala-armador. Ele é um bom defensor que não vai comprometer o esquema de Tom Thibodeau e é mais uma opção para abrir espaço para Derrick Rose no ataque, embora talvez seja mais eficiente com CJ Watson em quadra, quando terá mais oportunidades de fazer seu jogo de "pique-pega" através de barreiras de jogadores para receber livre e chutar. O problema de Chicago segue sendo seu garrafão: Carlos Boozer tem aquele histórico de apagar nos playoffs, e falha bastante na defesa.

Oklahoma City Thunder
OKC é praticamente o mesmo time que terminou a temporada passada, mas com maior conhecimento de si mesmo, e com Kevin Durant mais motivado ainda e James Harden em franca evolução. As vitórias sobre Denver, Memphis e Dallas nos três primeiros jogos mostraram que este time não vai parar por nada neste ano, nem com toda a boataria envolvendo Russell Westbrook. O armador é atualmente o maior problema do Thunder - acredite se quiser! - insatisfeito com seu papel no time. O problema é que, como ele ainda está no seu contrato de calouro, fica complicado para OKC trocá-lo e receber valor igual. O jornalista J.A. Adande, da ESPN, cantou a pedra: Westbrook por Stephen Curry, do Golden State Warriors, que também está no contrato de calouro, é uma troca que pode funcionar para ambos os lados. Resolvido esse problema - ou com Westbrook trocado, ou com o armador aprendendo o seu lugar - o Thunder é a maior ameaça no Oeste.

Los Angeles Lakers
Apesar das derrotas nos dois primeiros jogos, o Lakers não está tão distante assim de um título. Andrew Bynum estava suspenso nos quatro primeiros jogos e, com ele de volta, a dupla Bynum/Pau Gasol estará reunida. O técnico Mike Brown reinventou o Lakers como um time defensivo - o Lakers é, no momento, o segundo melhor time em defesa de arremessos e o quarto em pontos sofridos - e o retorno de Bynum, um pivô defensivo, só deve reforçar essa posição. O time enviou Lamar Odom praticamente de graça para Dallas, mas seu banco melhorou - o ex-Ron Artest "Metta World Peace" o substituiu muito bem, Troy Murphy vem fazendo um bom papel e Josh McRoberts deve ir para a segunda unidade com o retorno de Bynum. A única coisa que falta mesmo é um armador mais veloz e criador de jogadas, que é o motivo pelo qual o gerente geral Mitch Kupchak estava "vendendo a casa" por Chris Paul. Se ele conseguir uma mágica para levar Russell Westbrook a Los Angeles, ou mesmo para fazer Mo Williams trocar de vestiários no Staples Center, o Lakers salta ao topo do Oeste.

Los Angeles Clippers
Se Miami chegou às Finais e quase levou o título em seu primeiro ano de Super Trio, por que o Clippers não pode fazer o mesmo em seu primeiro ano com Chris Paul? Ignore a derrota para o San Antonio Spurs - foi o jogo mais perfeito possível para o Spurs, e dificilmente vai se repetir quatro vezes. A chegada de Paul, Chauncey Billups e Caron Butler mudou instantaneamente a cultura do "primo pobre de Los Angeles", e principalmente numa temporada mais curta, a confiança pode ser tão importante quanto o entrosamento. É ótimo ver dois armadores em quadra ao mesmo tempo, e acredito que este será um dos grandes diferenciais do Clippers na temporada: se as regras favoreceram os armadores nos últimos cinco anos, por que não ter dois em quadra? O Clippers realmente vai dar o pulo do gato, porém, quando tiver mais um pivô de qualidade para rodar com Blake Griffin e DeAndre Jordan. Será que eles não conseguem tirar um Josh McRoberts mais uma escolha de draft do Lakers pelo Mo Williams? Imagine uma final de Conferência Oeste todinha no Staples Center...

Indiana Pacers
Eles só pegaram babas por enquanto, mas acredite: o Pacers é para valer. O time já surpreendeu no ano passado, quando deu trabalho ao Chicago Bulls, mas neste ano, os reforços David West, George Hill e Lou Amundson deixaram o time mais potente e profundo. Qual time no Leste tem três opções no garrafão como West, Roy Hibbert e Tyler Hansbrough? Fora Chicago e Philadelphia, qual time no Leste tem na armação dois caras de qualidade como Darren Collison e Hill? Com o já conhecido Danny Granger e Paul George, forte candidato a Jogador de Maior Evolução do Ano, nas alas, o Pacers tem tudo para surpreender muita gente.

OS "FARSANTES"

Dallas Mavericks
Muito difícil colocar o atual campeão numa lista de "farsantes" - especialmente um campeão que foi tão frequentemente considerado farsante e provou que todos estavam errados no ano passado - mas o Mavs perdeu muita gente importante. Tyson Chandler foi uma grande perda, mas o time ainda podia torcer que Brendan Haywood voltaria a jogar como em 2009-10 e pelo potencial de Ian Mahinmi... Mas deixar JJ Barea ir embora foi pior ainda. Não sei se o time acreditou que Rodrigue Beaubois poderia fazer o mesmo papel de Barea, mas ele ainda não o está fazendo. Barea foi uma parte importantíssima do título - quando ele entrava, nem Lakers, nem Miami sabiam o que fazer. Parece que o plano para Dallas é tentar tanto Deron Williams, para substituir Jason Kidd, quanto Dwight Howard, mas parece impossível conseguir isso para este ano ainda.

New York Knicks
Falta um armador. Enquanto não virmos em que estado está Baron Davis, não dá para dizer que o Knicks está pronto para brigar pelo título. O time ainda está desconjuntado e tem poucas opções ofensivas fora Carmelo Anthony e Amar'e Stoudemire. Na defesa, Tyson Chandler é o xerife no interior, mas o resto continua uma bagunça. A não ser que Davis renasça das cinzas e se torne novamente o monstro de 2006-07, o Knicks é fogo de palha.

Portland Trail Blazers
Dos times nesta lista de "farsantes", é o que mais me impressionou na primeira semana, com três vitórias seguidas e ótimas atuações. Jamal Crawford trouxe uma necessária injeção de energia e pontos vinda do banco, e Raymond Felton está jogando bem na armação. O problema do Blazers é que o elenco é muito pequeno. Eles só têm oito jogadores na rotação; o resto são novatos que não têm a confiança do técnico Nate McMillan e não vão mudar o jogo. Visto o histórico de lesões da franquia, numa temporada reduzida que vai exigir demais fisicamente de todos, isso é um risco muito grande. Além disso, quero ver ainda o que Portland é capaz de fazer contra times maiores em estatura, como o Thunder e o Lakers. Se o Blazers não marcar mais pontos dentro do garrafão e depender somente de LaMarcus Aldridge, não vai longe.

Boston Celtics
Fui eu quem disse no ano passado que o Celtics não precisava ser implodido após a eliminação nas mãos de Miami, mas por outro lado, o time evoluiu pouco desde então. Ainda falta um pivô de qualidade, embora Brandon Bass tenha melhorado um pouco a situação. Com Jeff Green afastado por toda a temporada, por causa de um problema no coração, o banco está muito enfraquecido. Paul Pierce começou a temporada lesionado, o que está exigindo ainda mais dos envelhecidos Ray Allen e Kevin Garnett. Numa temporada reduzida, lesões são fatais, e não vejo Boston se recuperando o suficiente para vencer Miami e Chicago nos playoffs.

Orlando Magic
O elenco por trás de Dwight Howard é simplesmente fraco demais para brigar por título. E Howard não está com cara de muitos amigos em Orlando... Parece mesmo estar só esperando uma troca ou o final do ano para bater o pé da Flórida.

Denver Nuggets
É um time bom, completo, mas ainda falta AQUELE cara. Aquele cara para chamar a responsabilidade no final e criar jogadas quando o jogo está apertado. Nenê segue sendo um pouco inconstante, e contra Portland foi dominado por Marcus Camby e Aldridge no final. O time também parece sentir a falta de Kenyon Martin, que acaba de rescindir contrato com seu time na China, mas não está com retorno garantido para Denver.

Memphis Grizzlies
Outro time muito bom que vai jogar pau a pau contra qualquer favorito, mas que foi afetado pelas lesões. A perda de Darrell Arthur machucou muito, e a de Mike Conley vai doer mais já que o time abriu mão de Greivis Vásquez por Quincy Pondexter. Jeremy Pargo está mostrando personalidade e o Grizzlies tem tudo para ir aos playoffs, mas lutar pelo título ainda parece um pouco forçado.

E aí, para vocês, quem são os favoritos e quem tem cara de favorito, mas não é? Comentem à vontade!

Ah! E Feliz Ano Novo para todos! Boa sorte com seus times tanto na temporada da NBA, quanto nas Fantasy Leagues!

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • James Gets Busy

    Mike James abuses the defender with the sick step back jumper and drills the triple.
  • Simmons and Graham Highlights

    Check out the highlights from Jonathan Simmons (Championship game MVP, 23 points) and Treveon Graham (22 points) in the Spurs win over the Suns.
  • Oop to Simmons

    Kyle Anderson launches the deep alley-oop lob to Jonathan Simmons who throws it down with two hands.
  • Anderson's Amazing Dime

    Kyle Anderson delivers the amazing behind-the-back dish to Shannon Scott for the deuce.
  • Suns vs. Spurs

    Becky Hammon guides the Spurs to the Las Vegas Summer League title as Jonathan Simmons wins championship game MVP in the 93-90 win over the Suns.
  • Spurs Win Summer League Championship

    Becky Hammon leads the San Antonio Spurs to a championship in the Las Vegas Summer League. Jonathan Simmons wins Summer League Championship game MVP.
  • Spurs Win Summer League Championship

    Becky Hammon leads the San Antonio Spurs to a championship in the Las Vegas Summer League. Jonathan Simmons wins Summer League Championship game MVP.
  • Quick Steal and Slam

    Mike James makes the quick steal and goes in for the one-hand jam.
  • Quick Steal and Slam

    Mike James makes the quick steal and goes in for the one-hand jam.
  • Atkins And-one

    Darion Atkins follows the miss with an athletic tip-in plus the foul.
  • Jeff Hornacek Interview

    Suns head coach Jeff Hornacek talks about his team during the Vegas Summer League championship game.
  • Anderson's 22 Points

    Kyle Anderson puts up 22 points and eight rebounds to lead the Spurs over the Hawks.