Adriano Albuquerque é jornalista esportivo e serviu como editor e repórter do site BasketBrasil (http://www.basketbrasil.com.br) por cinco anos, entre 2005 e 2010. Já passou pelas redações do diário LANCE! e do site Globoesporte.com, e cobriu diversos esportes como basquete, futebol americano, futebol, beisebol, streetball, tênis, vôlei e natação. Também foi assessor de imprensa da Federação de Futebol Americano do Rio de Janeiro e do Botafogo Mamutes. Atualmente, cobre MMA para o SporTV.com. É torcedor do Detroit Pistons desde os tempos dos Bad Boys de Isiah Thomas, Joe Dumars e Bill Laimbeer.

Perda imensurável

A ficha ainda não caiu. Quase uma semana depois, ainda não. Duvido que tenha caído pro próprio Jerry Sloan.

Pra mim, acordar e ler que Jerry Sloan, técnico do Utah Jazz por 23 anos ininterruptos, havia pedido demissão, foi um choque maior que qualquer zebra nos playoffs. Maior até do que Michael Jordan anunciando que ia largar o basquete para jogar beisebol.

Tudo bem que, hoje em dia, ser treinador na NBA é quase como ser treinador de futebol no Brasil: sua cabeça está a prêmio a todo momento. Apesar disso, Jerry Sloan é quase sinônimo a Utah Jazz. A maioria dos fãs atuais da liga, eu inclusive, jamais viram a equipe de Salt Lake City comandada por outra pessoa. E o mais impressionante: sob seu comando, os “jazzistas” jamais deixaram de ser competitivos. Nem mesmo nos anos de transição após as saídas de Karl Malone e John Stockton.

Muito foi dito nesta semana que o armador Deron Williams, atual astro maior do Jazz, seria o “culpado” pela saída de Sloan, por discordar de seus métodos e não cumprir suas ordens. Francamente, um homem valente, confiante, exigente e forte como Jerry Sloan jamais se submeteria a um jogador desta forma. Jamais. E Deron, que é um jogador muito inteligente, pode até querer mudanças na forma de jogar da equipe, mas não tentaria expulsar um dos melhores técnicos da história da NBA (ou tentaria? Que decepção seria...).

Mas mesmo que a performance do Utah não estivesse tão mal – afinal, a equipe ainda tem uma campanha positiva e está na zona de classificação aos playoffs – estava claro que não jogava tão bem e com tanta vontade quanto em outras épocas. Eu reparei isso quando escrevi um post sobre a rotina de viradas da equipe no começo da temporada. Na época, escrevi: “Vencer é ótimo, não importa como, mas será que o exigente e emburrado técnico Jerry Sloan está feliz com isso? Seu time está claramente mostrando desconcentração no começo dos jogos e despreparo para seus oponentes.” Muito estranho ver uma equipe de Sloan sem aquela intensidade por todo o jogo, e mais estranho ainda não ver o técnico escaldando seus comandados por conta disso.

Sloan cansou. Sua energia não é a mesma. Normal para um homem de quase 69 anos. Mas pra mim, e para todos os fãs de basquete competitivo, de raça, vontade, defesa e jogo coletivo, é uma perda enorme. Não dá para medir o quanto vai fazer falta. Será que algum outro técnico na história da NBA terá tamanha longevidade? Duvido.

Fique bem, Jerry Sloan. Sua ausência já está sendo sentida.

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Rockets vs. Kings

    Ray McCallum scores 29 points and grabs nine rebounds as the Kings beat the Rockets on Monday night.
  • Kings, McCallum Accept Trophies

    The Sacramento Kings and MVP Ray McCallum are presented with the Summer League championship trophy
  • Backyard Hoops

    Ray McCallum hits a crazy one-legged three to highlight the Sacramento comeback.
  • Johnson Takes Flight

    Nick Johnson takes the nice feed and deposits the reverse slam with ease.
  • McLemore Explodes to the Rim

    Ben McLemore drives the lane and flushes with the right hand.
  • Canaan Denied

    Eric Moreland swats the Isaiah Canaan offering with authority.
  • Kings vs. Wizards

    MarShon Brooks scores 14 points, Ray McCallum adds 11 points, as the Kings beat the Wizards 74-62 to advance to the Summer League Finals game.
  • Postgame: Ray McCallum

    Ray McCallum speaks to Rick Fox after scoring 11 points in a victory over the Wizards.
  • Oriakhi Cleans Up

    Nik Stauskas misses on the triple, and Alex Oriakhi cleans up strong with the putback dunk.
  • Oriakhi Cleans Up

    Nik Stauskas misses on the triple, and Alex Oriakhi cleans up strong with the putback dunk.
  • Hornets vs. Rockets

    Isaiah Canaan scores 24 points, Donatas Motiejunas adds 18 points as the Rockets beat the Hornets 83-79 to advance to the Summer League Finals game.
  • Mitch Richmond Interview

    Mitch Richmond speaks with Rick Fox about being inducted into the Naismith Hall Of Fame, and about the Sacramento Kings change of culture.