Adriano Albuquerque é jornalista esportivo e serviu como editor e repórter do site BasketBrasil (http://www.basketbrasil.com.br) por cinco anos, entre 2005 e 2010. Já passou pelas redações do diário LANCE! e do site Globoesporte.com, e cobriu diversos esportes como basquete, futebol americano, futebol, beisebol, streetball, tênis, vôlei e natação. Também foi assessor de imprensa da Federação de Futebol Americano do Rio de Janeiro e do Botafogo Mamutes. Atualmente, cobre MMA para o SporTV.com. É torcedor do Detroit Pistons desde os tempos dos Bad Boys de Isiah Thomas, Joe Dumars e Bill Laimbeer.

Time da virada... até quando?

“O Jazz é o time da virada... O Jazz é o time do amor!” O famoso grito entoado pelas torcidas do Vasco e do Santos no futebol brasileiro poderia facilmente ser cantado pelos fãs de Salt Lake City, após o Utah Jazz assombrar a NBA com uma sequência de cinco vitórias seguidas depois de estar perdendo por dígitos duplos. O feito foi empolgante e tornou a equipe em uma atração imperdível para os basqueteiros pelo mundo; entretanto, o time deveria repensar um pouco a estratégia, pois manter este hábito é perigosíssimo para suas pretensões.

Após começar a temporada com duas derrotas acachapantes, um ano depois de mais uma eliminação decepcionante nos playoffs e de perder sua principal arma ofensiva (Carlos Boozer) para o Chicago Bulls, Utah precisava mesmo de boas notícias. E elas vieram em montes: Deron Williams está jogando como um legítimo candidato ao prêmio de MVP, Paul Millsap está mostrando um jogo melhorado e mais amplo do que nunca, Al Jefferson está começando a se adaptar e Andrei Kirilenko parece rejuvenescido. Além disso, quatro das cinco vitórias de virada aconteceram fora de casa – o Jazz sempre teve dificuldades em vencer longe do EnergySolutions Center, e vencer na estrada é vital nos playoffs.

Todavia, correr atrás no placar todo jogo é cansativo. Jogar na frente exige concentração e disciplina; jogar para virar exige determinação e velocidade. Começar atrás no marcador não foi uma exclusividade desta excursão; em 11 partidas até agora (quarta-feira 17/11), o Utah Jazz só terminou o primeiro tempo à frente duas vezes. No restante, foi para o intervalo em desvantagem em todos. Em média, o Jazz vai ao segundo tempo atrás por 6,18 pontos – excluindo os dois massacres em que saiu do segundo quarto à frente, sua média de desvantagem é de 11,4 por partida!

Por que o Jazz vai sempre ao segundo tempo tão atrás no marcador? A equipe tem anotado apenas 43,63 pontos em média antes do intervalo. Quando volta do vestiário, a mudança é da água para o vinho. Nos segundos tempos, Utah tem sido quase 13 pontos melhor – são 56,18 pontos por segundo tempo. O ápice dessa discrepância foi na virada contra o Miami Heat, em que o time fez 72 pontos no segundo tempo – 40 a mais do que no primeiro.

Vencer é ótimo, não importa como, mas será que o exigente e emburrado técnico Jerry Sloan está feliz com isso? Seu time está claramente mostrando desconcentração no começo dos jogos e despreparo para seus oponentes. Claro, Sloan é um mestre dos ajustes e da motivação, mas nem sempre a reação vai dar certo no segundo tempo – prova disso foi a derrota para o Oklahoma City Thunder, em casa, na última segunda-feira. E se continuar nesse ritmo, o Utah Jazz não vai aguentar chegar ao final da temporada.

NBA nas redes sociais

Vídeo

  • Thunder vs. Clippers

    Blake Griffin scores 23 points, Chris Paul adds 22 points as the Clippers edge the Thunder 93-90.
  • Jones Pours In 32

    Perry Jones scores 32 points on 10 for 17 shooting, and knocks down 3 triples in a loss to the Clippers.
  • Love With 19 And 14

    Kevin Love scores 19 points and grabs 14 rebounds in a tough loss to the Knicks.
  • Griffin To Jordan

    Blake Griffin lobs it inside to DeAndre Jordan who elevates with ease and flushes it with authority.
  • Wall Drops 30

    John Wall scores 30 points on 10 for 21 shooting and dishes it 12 times as the Wizards top the Magic.
  • Go DJ

    Chris Paul slices into the teeth of the defense and lobs it up for DeAndre Jordan to make the spectacular slam.
  • Jazz vs. Mavericks

    Chandler Parsons and Dirk Nowitzki each scored 21 points as the Mavericks defeat the Jazz 120-102.
  • Just A Bit Outside

    LeBron James tries to find Kyrie Irving on the wing but ends up throwing it out of bounds.
  • Knicks vs. Cavaliers

    Carmelo Anthony scores 25 points and makes 6 assists as the Knicks down the Cavaliers 95-90.
  • Thunder vs. Clippers: First half

    Jamal Crawford leads the Clippers with 10 points with the Thunder down 46-41.
  • Thunder vs. Clippers: First half

    Jamal Crawford leads the Clippers with 10 points with the Thunder down 46-41.
  • Russell Westbrook Injury

    Russell Westbrook misses on the drive, attempts to rebound the ball, and sustains an injury to his hand.